"Abbey Road", dos Beatles, foi o álbum mais vendido na década de 2010 nos EUA em vinil. Segundo levantamento feito pela Nielsen, os norte-americanos compraram 558 mil cópias do disco de 1969, o último gravado pela banda, nos últimos dez anos, neste formato.

Em 2009, o trabalho ganhou uma nova edição em CD, quando todo o catálogo do quarteto de Liverpool finalmente foi remasterizado - até então, os discos disponíveis eram os mesmos desde 1987. A versão em vinil demorou um pouco mais para sair, chegando ao mercado em 2012. Em 2019, o disco voltou às lojas, agora com uma nova mixagem, feita por Giles Martin, filho de George Martin, que produziu as gravações originais.

O top 10 da Nielsen mostra que os discos tidos como clássicos, são os "bolachões" mais vendidos. Estão lá "The Dark Side Of The Moon" (1973) do Pink Floyd (376 mil cópias, em segundo lugar), a coletânea "Legend" (1983) de Bob Marley (364 mil em quarto), "Thriller" (1982) de Michael Jackson (334 mil em sexto) e "Rumours" (1977) do Fleetwood Mac (304 mil, oitavo). Há ainda um clássico do jazz na lista: "Kind of Blue" (1959) de Miles Davis aparece em nono lugar, com 286 mil unidades, e mais um álbum emblemático dos Beatles. "Sgt. Peppers...", de 1967, outro que também foi relançado em duas ocasiões nos últimos anos, está na sétima posição, com 313 mil cópias.

Os discos mais recentes da lista são "Back To Black" de Amy Winehouse de 2006, no quinto lugar, com 351 mil unidades e "Born To Die" de Lana Del Rey, de 2012 (décima posição com 283 mil).

A trilha sonora de "Guardiões da Galáxia" (2014), composta apenas por canções dos anos 60 e 70, ficou com a terceira posição, graças às surpreendentes 367 mil cópias vendidas.


Por: Dj Deh
Fonte: vagalume


Deixe seu Comentário